Os Heróis de nossas vidas

Uma Homenagem ao Dia dos Pais

A todo momento surgem novos Heróis para cada criança que nasce em nosso Planeta. Cada um tem um poder especial. Alguns são bons em trocar fraldas, fazer os pequenos dormir e contar histórias que nos prendem. Outros têm a especialidade de serem amáveis, fortes e destemidos ao mesmo tempo.

Esses homens dotados de poderes especiais não são iguais aos que você conhece nos cinemas. Alguns são descolados e jovens, outros são um pouco mais maduros, há aqueles barbudos e os carequinhas. Mas todos são simpáticos e tem sua legião de admiradores. São tão exclusivos que se empenham em proteger uma área pequena e não há necessidade de querer salvar o mundo sozinhos. Hoje vamos falar sobre alguns deles. Provavelmente você já deve saber que esses Heróis são denominados Pais.

13957475_1182126861807704_1719564410_n

Herói Edmilson, pai da Rafaela:
Somos tão parecidos que quando nasci a médica disse que dispensava exame de DNA, éramos cópias. Meu pai é daquelas pessoas amáveis que ajuda o próximo mesmo quando está apertado. Gosta de ter as coisas organizadas e tem um gênio bem forte. É um doce, mas se você pisar na bola a coisa fica feia, RS. Sempre esteve presente em todas as fases de suas filhas. Era do tipo que mesmo chegando morto do trabalho parava para brincar com as pequenas.

Contam que uma vez ele trabalhou até de madrugada, e quando estava prestes a ir dormir a pequena Rafaela acordou e disse “Oi, papai! Acordei!” e ele teve que passar horas brincando com ela. Quando as filhas cresceram ele foi o salvador para pagar as mensalidades do colégio, mesmo estando endividado. A educação e saúde das filhas sempre foram prioridade para ele. Talvez seja por isso que ele trabalha muitas horas por dia, levanta às 08h e só vai dormir lá pelas tantas da madrugada. Ele é, e sempre será meu exemplo de guerreiro, de pessoa batalhadora, honesta e gentil com as pessoas.

Herói Chico, pai da Priscilla:
Bom, já passamos por muitas coisas. Conquistas, choros e saudades. Temos o gênio parecido e por isso acho que nos damos tão bem. Somos do time “nada de briga”. Além de pai, vejo nele um amigo. Não um amigo qualquer, mas um amigo de verdade, companheiro, que me apoia, me incentiva, me aconselha e me dá puxões de orelha quando necessário.

Pai Chico, Chicó, sempre foi um dos meus exemplos no que diz respeito à honestidade e responsabilidade. Sempre me disse que devemos valorizar mais as pessoas do que os bens. Que nossa palavra e honra valem mais do que qualquer papel assinado. Não há palavras nesse mundo para descrever o quanto esse homem é importante na minha vida e o quanto eu o amo.

Herói Sérgio, pai da Luana:
Bom, pra começar eu sou um xerox do meu pai. Somos de gêmeos, minha mão é uma pequena cópia perfeita da mão dele (e as unhas duras que parecem casco de cavalo), ele era doido (continua sendo, mas de um jeito bem diferente e menos maloqueiro do que antes da minha mãe aparecer na vida dele). Sempre acreditei que ele queria um menino, porque adorava brincar de lutinha e coisas de menino comigo.

Apesar de tudo, ele tem a vênus em câncer, o que faz a minha mãe ser o centro do universo dele e dá um clima de sofrência quando ela viaja pra casa do meu vô sozinha ou até mesmo quando sai sem ele (porque ele resolveu não ir). Ele é competente no trabalho como ninguém e sempre trabalha além da conta. Super responsável e cheio de ideias, brincadeiras e conversas como todo bom geminiano que se preze. Meu pai só tem 2 defeitos: ama azeitonas e não é eterno.

Herói José Pedro, pai da Émille:
Meu pai é o melhor pai do mundo (será que eu posso falar isso?). Mas ele é mesmo, e não adianta porque tudo que eu falar sobre ele será clichê. Sou dessas! Sempre foi um exemplo de responsabilidade, dedicação e zelo por todos nós. Trabalhador, honesto e competente em tudo que faz. É meu maior exemplo de educação e diplomacia com todos. Falam por aí que ele não é meu pai. Talvez seja por ele ser da cor do pecado (Ô inveja) e eu ser mais puxada pro tom papel, rs, mas os traços são bem parecidos viu!

Mas eu sei que não tem como ele não ser meu pai. Ele é a peça que faltava para controlar as minhas molecagens quando mais nova. Acho que naquela época meu pai só meditava uma coisa a cada coisa que eu aprontava: “Ô criança abençoada!” Hoje, além de ser meu Super Herói é um super avô para meu filho. Sou muito grata a Deus por ter me dado um ser humano tão maravilhoso para chamar de pai!

Herói Nelson, pai da Glaucia:
Um grande homem, guerreiro. Apesar de não estar perto a todo momento, sempre se mostra presente a cada simples ligação ou até mesmo em um e-mail. Pai que mesmo a distância cumpre seu papel, se preocupa e zela por mim. Puxa a orelha quando necessário, me apoia, e diz não quando não concorda com algo.

Ser filha única é ser a princesinha eternamente, mesmo que você tenha 26 anos nas costas, é ser paparicada. É saber que sempre vai ter um homem com quem contar, para defender, pra te carregar. É ter um amor inexplicável. Afinal… pai é o primeiro amor de toda menina. Te amo!

Agora que você já conhece alguns dos Heróis que defendem o nosso planeta, nos conte como é o seu Herói. Aposto que ele tem vários poderes super legais!

Um Feliz dia dos Pais a todos os homens de nossas vidas. A todos que estão sempre dispostos a nos ouvir, educar e defender sempre que é preciso. Um Parabéns também a todas as mamães que assumem o papel de Pai na família. Sabemos que vocês também são guerreiras super importantes para seus filhos.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s