Sobre conviver a dois e manter sua essência

Luana Belgo

58

Olá pessoal. Estava com saudades de postar por aqui. E aí, como vamos? Não andei escrevendo muito mas fiquei acompanhando sempre as postagens das meninas e como é bom ver tanto conteúdo bacana né? Mas chega de enrolação e vamos ao tema!

De fato, devo confessar que é o primeiro ano desde 2005 que passo o dia dos namorados sozinha (pois é) e confesso que parece que ta faltando algo depois de tanto tempo sem esse respiro rs, mas tudo certo, afinal, o que quero falar hoje aprendi a duras penas e espero que ajude vocês a refletirem e a não se desgastarem ao ponto em que me desgastei (polêmicas, muitas polêmicas…rs).

Nesses anos em que estive sempre com alguém, namorei duas pessoas completamente diferentes. Um cara doido, do rock, divertido e de quem todos gostavam, e um cara bem normal e todo certinho (e sim, aceitei um cara todo certinho de propósito, porque sempre fui meio doida, livre, aventureira e precisava de alguém pra me normalizar um pouquinho).

47

Permito-me no momento aprofundar e ousar um pouco. Sabe esse cara doido, sem noção, rock in roll, divertido, palhaço e amigo de todos? Pois é… pra ele eu era perfeita. Simples assim. E ele era um amor comigo, não vou entrar em detalhes mas posso dizer com convicção que teria sido o relacionamento perfeito, se eu não fosse tão insegura, carente e chata. Coisas da vida. A gente perde, procura o motivo, mas logo ali na frente a gente vê. Percebi que pelo menos 90% dos problemas eram frescura e pirraça minha e comecei aí meu processo de evolução pessoal (minhas maiores evoluções acontecem na dor). Resultado? Depois de tanto chorar por falta de compreensão acabou caindo a ficha e fui ficando tranquila e em paz novamente.

49

Por volta de 8 meses depois, estava namorando aquele cara certinho, apaixonado, romântico e que por quem estava bem apaixonada. Bom, até aí tudo ótimo. Mas lembram o que falei ali em cima? Pois é… eu sempre tive um jeito bem torta e largado de ser e isso acabou virando um pequeno problema, já que eu queria agradar aquele que estava comigo. Acontece que o que começou leve foi ficando maior e virando críticas diárias e eu não conseguia me mudar pra ser como devia. E depois de anos eu caí na real. Percebi que não adiantava, que por mais que eu quisesse ser a pessoa certa, eu não seria.

Quero deixar claro que tudo que ele apontou e fez por mim foi pra me melhorar, pro meu bem, mas acontece que tem coisas que a gente acha que pode mas por mais bobo que seja não consegue. Então quando terminamos em definitivo terminamos amigavelmente, porque ambos compreenderam que não dava pra ser como o outro queria. E é isso, somos amigos! 🙂

52.jpg

Então, você que ta lendo, se está passando por um relacionamento do tipo, pare e reflita. Por mais que você goste da pessoa, e por mais que você queira agradar, chega um ponto que ou você surta, ou você pira. Então encare a realidade, converse com seu parceiro e se não tiver jeito, termine. Não compensa entrar em depressão e em conflito existencial por isso. Tem alguém por aí feito pra você, do jeitinho (ou não) que você é e que vai te aceitar como for e fazer de tudo pra te ver feliz, além de se esforçar pra ser o melhor pra você (e sem você pedir!).

Ele pode estar por perto ou pode até morar longe, mas a vida vai botar ele (ou ela) no seu caminho. Tudo que falo pra vocês é por experiência própria e não quero ninguém tomando à toa as dores que tive que enfrentar pelo caminho.

Acredite, você é a pessoa ideal pra alguém, então não perca tempo se obrigando a se manter em algo que não devia mais existir. Deixe o que não serve ir, guarde o que foi bom e tudo o que aprendeu e deixe a vida trazer o melhor pra você. Mas não fique procurando, porque a vida gosta é de surpreender.

Bora ser feliz?

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s